Dúvidas Frequentes

1) O que é Acupuntura?
R: Dentro da concepção chinesa, a doença é uma manifestação de desequilíbrio e a acupuntura seria uma forma de readquirir a harmonia perdida. Esta prática antiga existe há mais ou menos 4000 anos e vem sendo utilizada em animais com bastante sucesso e aceitação.

2) O tratamento com acupuntura é para sempre ou tem alta?
R: Cada caso deve ser avaliado separadamente pois cada paciente é um indivíduo único. Em certas doenças o tratamento tem início meio e fim; em outros casos se faz necessária a manutenção.

3) Tenho que parar com as medicações?
R: Os tratamentos utilizados pela Dra. Joyce Coelho são integrativos, portanto unir a medicina tradicional com a oriental sempre traz maiores benefícios. Geralmente, quando é iniciada a Acupuntura, a necessidade de medicamentos alopáticos acaba diminuindo. Em muitos casos os medicamentos são suspensos, como por exemplo o uso de analgésicos e anti-inflamatórios, o que resulta em benefícios, pois elimina os efeitos colaterais.

4) Quando procurar o tratamento?
R: Sempre que ocorrerem manifestações de doenças. A Acupuntura pode ser aplicada desde quadros de dor, alterações ortopédicas, como também em doenças crônicas, por exemplo gastrites, insuficiências renal e cardíaca, epilepsia, entre outras.

5) O que ocorre durante a sessão e quanto tempo dura?
R: Na primeira sessão, é realizado o diagnóstico da doença em questão e também outros distúrbios do paciente. Em seguida é selecionado o tratamento e inicia-se a aplicação da técnica selecionada (acupuntura, eletroacupuntura, moxabustão, acuinjeção, implante de ouro, entre outros). As sessões duram entre 15 – 45 minutos.

6) Quantas sessões são necessárias?
R: É necessária a avaliação do paciente, mas uma média que poderia ser citada varia em torno de 5 a 15 sessões. Dependendo da doença em questão, as aplicações serão semanais, a não ser em casos agudos ou muito doloridos, nas quais mais intervenções devem ser realizadas. Após o início do tratamento, reavaliações serão feitas e então será definida a frequência das sessões.

7) Acupuntura elimina a dor?
R: Sim! Devido à estímulos do Sistema Nervoso Central, os organismos dos seres humanos e dos animais liberam substâncias que suprimem a dor. Entre estas substâncias denominados neurotransmissores, estão os peptídeos opióides endógenos, endorfinas, encefalinas, dinorfinas, noradrenalina, acetilcolina, dopamina, etc.

8) Acupuntura e Fisioterapia podem ser realizadas em qualquer animal?
R: Sim, porém deve ser feita avaliação do paciente para encaminhá-lo para a melhor terapia.

9) Os animais aceitam bem o tratamento?
R: Geralmente sim. Muitas vezes, no início do tratamento é necessário maior cautela, porém com o decorrer das sessões e com a melhora clínica, os animais acabam associando a sessão à melhora da dor principalmente, ficando extremante receptivos ao tratamento. Durante a sessão substâncias analgésicas, anti-inflamatórias e relaxantes musculares são liberadas, por diversas vezes os pacientes dormem durante as sessões.

10) O que é moxabustão?
R: Moxabustão é um tipo de medicina oriental, que se baseia na queima de uma erva (artemísia vulgaris) em contato com a pele do corpo. A ideia é parecida com a acupuntura, só que em vez de agulhas os pontos são ativados com o calor da combustão.

11) A acupuntura CURA tudo?
R: A acupuntura pode melhorar ou curar diversas doenças, porém CURAR TUDO, infelizmente não é o caso. Quanto mais recente for a doença e sem grandes alterações físicas, maiores as chances de cura, como exemplo: dores musculares, gastrites, depressões leves, etc. Porém doenças muito graves e crônicas (artroses, tendinites, sequelas de doenças do SNC, insuficiência renal ou cardíaca, etc.) as chances de cura são menores, mas a acupuntura nestes casos leva sempre a uma melhora clínica ou qualidade de vida ao paciente em questão.

12) Quando a acupuntura começa a fazer efeito?
R: Geralmente a partir da 2ª a 5ª sessão os efeitos começam a surgir. Porém sempre na dependência da doença, do grau da lesão, da reação do paciente durante o tratamento (aceitando bem e permitindo o adequado procedimento), e pós tratamento “MANEJO” (esforço realizado, peso, piso inadequado, entre outros).

13) Os animais sentem dor durante a acupuntura?
R: Não, as agulhas são muito finas e arredondadas. Porém existem pontos que são mais sensíveis à aplicação que outros causando um sensação de “formigamento”, “peso”, ou “choque”, mas nada extremamente desagradável ou insuportável ao animal.

14) Quais são as principais indicacões para o tratamento com a acupuntura?
R: Dores no Geral: Desde dores relacionadas a problemas ortopédicos ou viscerais como dores provocadas por câncer, assim como minimizando efeitos colaterais de tratamentos como quimioterapia e radioterapia.

Alterações Hormonais:
Quase todo o sistema endócrino pode ser influenciado pela acupuntura, incluindo algumas funções do hipotálamo,hipófise, tireóide, para-tireóide e adrenais. Também é possível regular os níveis de açúcar no sangue (glicemia).

Músculo- Esquelético:
Artrites, Osteoartrites, Artroses, Displasia Coxo-Femoral e de Cotovelo, Doenças
Degenerativas, Afecções de coluna vertebral (hérnia de disco, calcificação de disco, diminuição de espaço intervertebral, patologias degenerativas, traumas).

Problemas Reprodutivos:
Anestro, Metrite, Distocia, Retenção de placenta, Agalactia, Mastite e Infertilidade, Impotência, Orquite, Epididimite, Libido.
Neurologia / Psicologia:
A ansiedade, epilepsia e alguns problemas comportamentais respondem bem a tratamentos com acupuntura.

Doenças Crônicas:
Insuficiência Renal, Alterações Cardíacas, Gastrites, Bronquites, etc.

Dermatologia:
Patologias dérmicas crônicas de difícil cura.

Performance:
A acupuntura vem sendo utilizada para a melhora da performance em cães e cavalos. Nota-se um aumento no vigor e na vitalidade, além de se observar que o animal aparenta um bem-estar notável.